Asas da liberdade…

Text: Freedom Wings – Original text in Portuguese language and transcription for English version in blog.

Aquela sensibilidade há muito esquecida, desperta por entre as malhas de um tempo que nunca existiu. Porque não sentia a cada respirar, os ares que conduzissem às mais intensas emoções… Todavia, ao ouvir a melodia que moveram a ressonância dos códigos, do mais profundo e intenso de minha alma, derramei as lágrimas saudosas dos viveres cósmicos de glórias, por entre estrelas vibrantes.

Lavei os lamaçais que ofuscaram os vitrais de minha visão, onde outrora vi paisagens de real beleza. Foi quando maravilhado percebi, o existir atrelar-se novamente pleno a um coração protetor. Com as asas da liberdade inerentes e a dedicação da vigília. Conduzido àquele Eu ascendente ao reencontro com a perfeição do amor infinito…

Retorno ao saber, ao sentir, ao perceber que tudo que limitava e cegava, era a pessoa que não mais ressoava. É o coração que ressurge à superfície dos pensamentos, inspirando-os com seu tom criador. Sem desejos e sonhos. Abrindo-me à clareza da liberdade que outrora almejava, quando já sou a própria liberdade. Mostrando-me que sinto Amor assim como Eu Sou o Amor, porque deste fui concebido. Permitindo perdoar-me para em paz deixar de julgar. Até assimilar que nada há a perdoar, se o pecado se dissipa ao fim do iludido…

Em minha inerente liberdade encontro a própria verdade, de que não produzirei tuas asas. Cabe-me apenas mostrar-te a medida de tua compreensão, que elas se atrofiaram, para teus passos de lagarta conduzirem-te ao próprio casulo. Entenderás adiante, que tua introspectiva morada transitória, é um prenúncio entre a solidão da jornada e a beleza do renascer de tuas asas, elevando-te ao retorno do Coração Triunfante, de quem concebeu-te expressão liberta da própria vontade. E assim, te verás vida envolta no Amor, inspirando-te a criar teu mundo como antes…        

por Fred Cury…

Versão Vídeo/Áudio You Tube: 

Freedom Wings (English version) …

That sensitivity there long forgotten, now awake through the net of a time that never existed, because no felt in every breath, the air that would lead to more intense emotions … but … in hear the melody, moved me to the resonance in codes, of the deepest intensity of my soul, so, I shed tears by cosmic memories, of the times of glories between vibrant stars, and washed what overshadowed the vitrals of my vision, where once saw landscapes of real beauty … I was amazed when I realized again with full heart, with wings of inherent freedom, and the dedication of the vigil… one who will ascend to the reunion with the perfection of the infinite love …

I return to know, to feel, to realize that everything, so limited and blinding, was the character who no longer resonated. It is the heart that resurfaces the surface of thoughts, inspiring them with its creator tone. No desires and dreams. I am opening myself to the clarity of freedom once sought for, is the freedom that I am. Showing me that I love as I Am Love, because like this I was conceived. Allowing forgive myself for stopping the judge of others. To assimilate that there is nothing to forgive, if sin dissipates the end of the deluded …

My inherent freedom shows truth itself, that I do not need to weave your wings. But show you the extent of your understanding, that wings atrophied in you, are for your steps of caterpillar to your own cocoon. You will understand later that your introspective temporary abode, is a harbinger between the loneliness of the journey and the beauty of the rebirth of your wings, bringing you to return to the Primordial Heart Triumphant, who conceived you expression freed from the will. And so you will see life shrouded in Love, inspiring you to create your world as before…

by Fred Cury

 

Anúncios

2 comentários

  1. LIA MARIA SILVA · abril 27, 2015

    MAGNIFICO !!!!!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s