Uma história inacabada…

(An unfinished story – Original text in Portuguese language, and transcription for English version)

Há sempre uma história de Amor inacabada… como a que teve por princípio explosões de luzes, átomos, de pura energia… O nascer da felicidade a cada nova criação, destinadas a serem expansíveis, gloriosas…

Uma história apaixonante por sua beleza, por se tratar do novo, fantástico, de gerações de vidas transformadoras, dotadas de alegrias tão extasiantes, que se documentassem seu princípio, haveriam de constatar a grandeza, mas se testemunhado, não seria princípio… Ainda assim, não há nenhuma concepção na qual as recordações não tragam consigo, a emoção do momento como registro…

Do Pai e Mãe da Divindade Primordial, em ato inspirado de Amor incomensurável, são germinados num campo contínuo, aquele gerado do nada para ser Universo, as centelhas espirituais, que por continuidade tornaram-se manifestas em fertilidades cósmicas…

Por herdarem da Fonte a inspiração e a multiplicidade, transmutaram energia em substâncias, matérias, formas… até a criação de templos com os elementos do corpo de uma Mãe Planetária, a abrigarem  os corações desbravadores, das experiências limitantes da fisicalidade, com missões de elevá-la ao sem limites …

Referencio aqui, cada história de Amor humana, dentre tantas facetas sonhadas pela Fonte das essências de tudo…

Eis-me aqui em forma humana, e como tal, ainda sem lembrar-me da aventura evolutiva, por ter-me embrenhado em novas formas de aprender, e agora querendo descobrir como criar novamente, pois desci à superfície colonizada por rebeldes opositores ao Divino, semeadores da controvérsia e protagonistas da contradição, onde a única oposição à Luz é a escuridão, a única oposição do todo, é o nada, o único resultado da ausência de amor, é o medo, a única oposição da verdade é a ilusão, e na ignorância de negarem o princípio, esqueceram-se que seu oposto é o fim…

Por isso, a história de Amor permanece intocada, e eu poderei resgatá-la agora… pois em meio a tantos enganos e desenganos, posso reescreve-la com mão humana, e o pensamento aberto ao manifesto do coração, elevando-o ao sentimento absoluto, de que esta existência não é diminuta, nem separada, mas advinda do mais puro Amor inacabado, porque Eu Sou de Deus, Amante do Infinito…

Fred Cury…

Versão em Áudio/Vídeo publicada no YouTube: https://youtu.be/oRVbkVVmRI8

An unfinished story … (English Version)

There is always a story of unfinished Love … like that aimed to explosions of light, atoms of pure energy … The birth of happiness every new creation, designed to be expandable, glorious …

A passion story by beauty and perfection, because it’s new, fantastic, generations of transforming lives, endowed with joys so great, that we would realize the greatness, but we can not remember the beginning … Still, there is no conception in which memories not can bringing the emotion of the moment as record …

The Father and Mother of Primordial Divinity in inspired act of immeasurable love, germinate in a continuous field, from nowhere to be the universe, your spiritual sparks, which in continuity have become manifest in cosmic fertility …

By inheriting of the our Source, the inspiration, and multiplicity, transmuted energy substances, shapes … until the creation of temples with body elements of Mother planetary, the our shelter… are pathfinders hearts, in the limit of experiences of physicality, with evolutionary missions towards to unlimited…

I refer to here, the every story of human love, among many facets dreamed by the Source of the essences of all …

Here I am in human form, and as such, still without remember the evolutionary adventure, for having me engrossed in new ways of learning, and now trying to figure out how to create again, because I went down, to the surface colonized by rebels of the opposed to the Divine , sowers of controversy and protagonists of contradiction, where in your concepts, the only opposed to light is darkness, the only opposition of the whole, is nothingness, the only result of the absence of love is fear, the only opposition the truth is the illusion, and in the ignorance of deny the principle, they forgot that the opposite is the end …

So the story of Love remains untouched, and I can rescue …
For now amid so many mistakes and disappointments, I can rewrite it with human hand, and the thought open to the Heart manifesto, raising it to the absolute sense that life is not tiny, or separate, but arising from the purest unfinished Love, because I am of God, lover of infinity…

Fred Cury …

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s