No bater do coração…

A presença de nossa Fonte se identifica tal como quando sentimos as batidas do coração, com a mão sobreposta ao peito… Sentimo-nos em plena atividade vital ao percebermos que, aonde bate um coração ritmado com o coração de nossa Mãe Planetária, pulsa energia… Aonde há energia, há Deus, e onde há Deus, há uma manifestação de sua Divindade…

É quando vivenciamos o Amor Supremo e sentimos paz profunda do centro de nosso Ser, após a gratidão pelo recordar de que não há de se idolatrar, ao que nos faz sentirmos ser da própria substância de sua vontade, quando por isso abrimo-nos, inspirando-nos a compartilhar renovadas emoções com o todo existente…

Os pensamentos indignos da atenção de nossas elevadas percepções desvanecem-se, cedendo lugar a ideais cada vez mais crescentes… Emergindo por um desejo incontrolável de plantar mais sementes, já visualizando o vasto jardim das novas criações…

É quando saímos levando um corpo já mais leve para movimentar-se, em meio ao mundo desconexo de nossas aspirações de almas, que já não mais enxergamos como realidade… Quando produzimos uma extasiante saudação a alguém que, outrora pensávamos que não conhecíamos, mas agora compreendíamos na amplitude do enxergar límpido, que no corpo do Ser avistado em nossos trajetos, bate o coração de uma faceta evolutiva da Criação, onde pulsa energia vital de movimento e fluxo do Amor de nossa Fonte… Então, recordamos que o ninguém é inexistente, e o próximo é alguém em outro aspecto de nós mesmos…

Deixamos de fazer julgamentos preconcebidos de uma existência, e dissolvemos os muros das fronteiras imaginárias que nos pareciam tão importantes… Pois entendemos que somos as experiências sagradas de uma única Fonte, a desenvolverem-se e propagarem-se em vida contínua e criativa pelo universo…

Então, isentamo-nos de julgar, erradicando o preconceito de nossa vasta gama de possibilidades, liberando-nos assim, dos limites auto- impostos, reconquistando a liberdade de permitir-nos Ser e permitirmos Ser, pela mesma Fonte contínua de Vida…

Neste ponto, não mais consideramos ou classificamos alguém como feio ou bonito, forte ou fraco, rico ou pobre, inteligente ou simplório, ético ou imoral, mas sim, sabemos que cada vida a se mover nesta realidade ilusória de imperfeições, vem evoluindo através de várias experiências, superando limites propostos como vidas reais, ilusões das crenças nas experiências de separação do Ser da própria origem, para recuperar o senso de que não há limites ao Ser Divino e que, para atingir a perfeição, basta reconhecê-la como não atingível, mas tão inata quanto às batidas do coração, o semear da vida, a capacidade de criar o novo, como a realidade da energia absoluta do Amor que nos move…

O Amor sempre pode emergir novamente… Por ser o poder infinito indicando que, todo medo obstrutor de nossa sensação de felicidade expansível e convicção na perfeição eterna, é um estado transitório para aprimoramento da alma, cumprindo o propósito criativo de sua Fonte, identificado por fim, como nossa hereditariedade criativa…

“Discernimos nossas realidades, quando sentimos que um mais um é igual a um, ou quando enxergamos no escuro, despertarmos no adormecer, ouvimos no silenciar e expandimo-nos de uma ínfima partícula de luz, além do que se possa mensurar…”

Fred Cury

Autor da página Fred on life no facebook: https://www.facebook.com/freedonlife

Autor do Livro: O amanhecer da consciência…

Pulsating heart … (English Version)

The presence of the Source is identified as when we feel the heartbeat, with her hand superimposed on the chest … We are in full activity vital to realize that, where a heart beats with the rhythmic heart of our Mother Planetary, there is pulses of energy … Where there is energy there is God, and where there is God, there is a manifestation of his divinity …

It is when we experience the Supreme Love and feel deep peace from the center of our being, after the gratitude for remembering that nothing there is to idolize, if all makes us feel to be the very substance of his will, when so open ourselves. And inspire us the share renewed emotions with all existing …

The unworthy thoughts of attention to our high perceptions, will fade, giving way to a ideal growing increasingly … Emerging by an uncontrollable urge to plant more seeds, already visualizing the vast garden of the new creations …

It is when we left leading a body, already lighter to move us amid the scrappy world of our aspirations of souls, which no longer see as reality … When we produce a rapturous greeting to someone who… Now we can understand as a body, where beats the heart of an evolutionary facet of Creation, pulsating in vital energy movement and flow of love from the Source … So, we remember that the term “no one”, is null, and that the similar is someone, another aspect of ourselves …

We do not do preconceived judgments of existence, and dissolve the walls of the imaginary boundaries we seemed so important … Because we understand that we are the sacred experiences of a single source, to develop and propagate in continuous and creative life by universe …

So, we disclaim of be judge, and we can eradicating prejudice from our wide range of possibilities, freeing us of the self- imposed limits, regaining the freedom to allow us to be and allow the other be too, by the same continuous Source of Life…

At this point, we no longer are with wish of consider or classify someone as ugly or beautiful, strong or weak, rich or poor, smart or simple, ethical or immoral, but we know that every life to move in this illusory reality of imperfections, is evolving through various experiences, exceeding proposed limits as real lives, illusions of belief in separation experiments of Being’s own origin, to recover the sense that there are no limits to the Divine and that, to achieve perfection, just recognize it as not attainable, but as innate as the heart beats, the seed of life, the ability to create the new, as the reality of absolute energy of love that moves us …

Love can emerge again always … As the infinite power is indicating that, all fear, to obstructing our sense of expandable happiness and belief in eternal perfection is a transitional state to improvement of the soul, fulfilling the purpose of his creative Source identified finally, as our creative heredity …

“We can discern our reality, when we feel that one plus one equals one, or when we see in the dark, or awaken when we are sleeping, when we heard in the silence, or when expand ourselves of a tiny particle of light, beyond what if can measure…”

Fred Cury

Anúncios

As energias da ressurreição…

Até então, muitos entendem as questões de nossas percepções como realidades, mas face às tantas transformações oportunamente, podereis vos abrir ao novo que se apresenta, e havereis de compreender o quão importantes são as novas energias, para a ressurreição do Cristo interno de cada coração…

Movemo-nos por um sistema de civilização, onde a moral foi instituída para disciplinar o que é imoral, o que insere ambas as crenças no mesmo patamar, no sentido de que a moral não foi criada para correção da imoralidade, mas para ocultá-la por detrás de uma máscara protetora, tornando assim o imoral como único e evidente propósito…

É um sistema onde se coloca o capital e o lucro como justificáveis, em quaisquer de suas resoluções, sobrepujando direitos individuais de cada Ser e, sobretudo da Mãe Planetária…

Tal sistema incentivou a lei do mais forte, para que todos ambiciosamente, objetivassem conquistas para seu poder pessoal com base no capital adquirido, desenvolvendo em certos casos como causas desastrosas, ações criminosas em várias modalidades, na ideia de que por meio das mesmas, se equiparariam nesta corrida pelo “ter”…

Estendem-se também tais crenças de como conquistar ou atingir vitórias, aos esportes e à cultura, onde a competitividade é o foco, e acaba colocando o indivíduo em uma busca equivocada de si mesmo…

Como maior agravante, eis a manutenção da guerra, como se fosse um direito inalienável de soberania, decidida por cúpulas governamentais e recursos pagos pelos povos, alimentadores de um sistema financeiro escravagista de altos tributos e juros absorvidos dos resultados de trabalho extremo, a fim de saldar empréstimos bancários e de manterem-se estruturados e de certa maneira, alicerçados no pouco que lhes restam, sem saberem, que os valores concedidos para seus endividamentos são de origem fabricada, sem a devida reserva capital…

Então, existem as leis, para alavancar mais um conceito desalinhado com o preceito divino, o julgamento e a condenação, para controle e disciplina de ações, cujo próprio sistema se fez apologista… Juntamente com os ensinamentos religiosos de imperfeição, subserviência e subjugo humanos, tudo foi planeado para dividir o potencial do Ser… Levando-o a acreditar estar separado de Deus e de toda a criação da mesma Fonte Divina, competindo uns com os outros e até consigo mesmos…

Como podeis identificar, neste mais que resumido apontamento, é uma rede interligada de poderes com estratégias de dispersão, escravidão, aprisionamento, alienação e enfraquecimento…

Todavia, aqui não objetivo julgar ou instigar revoltas, pois os resultados que presenciamos falam por si, e tais experiências fazem parte do processo de aprendizado, mestria e ascensão de cada Alma…

Escrevo somente um convite à reflexão, para que possais discernir em meio às tantas transformações, o que seria real entre os “Jogos de ilusão do sistema” e a “Perfeição Divina”. Para que opteis pelo “Deus Capital”, que representa a experiência da dualidade, sonhos inatingíveis e medo, ou pelo “Deus de Amor”, o Caminho, a Verdade e a Vida, do qual procedeis… Pois ambos não caminham juntos no que concerne à evolução e ascensão…

Há um auxílio constante, elevando-nos com acompanhamento espiritual, orientações e mensagens canalizadas, ou por meio intuitivo, das diversas raças intergalácticas, mestres ascensionados, arcanjos, anjos, mentores espirituais, habitantes dos reinos intra terrenos, todos à nós unificados. Além deste apoio multidimensional para incentivar-nos à recordação e expansão, há também as almas já encarnadas no plano, com propósitos evolutivos pré concebidos, que estão entre as novas gerações de jovens e crianças…

Ao desejáreis, pois tens o livre arbítrio, podeis agora abrir o coração a fim de percebereis e vivenciareis a experiência intensamente, da renovadora força energética que inevitavelmente insere-se em todas as formas de vida, advinda de explosões cósmicas de incontáveis períodos passados em nossa visão de tempo, projetadas pela benevolência e inteligência infinitas da Fonte de toda vida… A Fonte do Amor que nos faz eternos divinos…

Este poder energético vem a realinhar-nos com a verdadeira origem, purificando sistemas de crenças, dogmas, fundamentalismos, conceitos, medos e divisores do Ser Unificado. Revelando-nos como verdadeiros manifestos da Criação, em nossas reais essências e potencialidades criativas evolutivas…

Podereis entender que o Amor Divino, foi sustentação para atingirmos este grande momento de transição Planetária e Humana, pois a partir Dele, criaram-se os dispositivos das energias do Perdão, da Compaixão, do Altruísmo, da Paz, para que não proclamássemos justiça com retaliações, mas que criemos juntos, em unicidade e evolutivamente, a nova sociedade Humana da Luz e do Amor Divino, em reintegração, ressonância e harmonia com o processo de ascensão da Mãe Terra, e com toda irmandade de Luz dos diversos reinos no Universo…

Faça-se a Luz…

Fred Cury

Edição de Vídeo / Áudio por PALMA:  https://www.youtube.com/watch?v=eu1qeRC5T-M

The energies of the resurrection … (English version)

Until then, many understand the issues of our perceptions as current realities, but given the many changes in due course, all be able open you to the new from that presents itself, and shall understand how important are the new energies to the resurrection of Christ within every heart…

We move by a system of civilization, where morale was instituted to regulate what is immoral, which makes both faiths at the same level in the sense that morality was not created for immorality correction, but to hide it behind a protective mask, thus making the immoral as the sole and obvious purpose …

It is a system where you place your capital and profit as justifiable in any of its resolutions, overriding individual rights of each being and especially the Planetary Mother …

Such a system encouraged the law of the strongest, so everyone in ambition, had as objectives for your personal power based on the acquired capital, with the disastrous causes, criminal actions in various forms, the idea that through the same could win this race by “have” …

Stretching up this belief to sports and culture, where competitiveness puts the individual in a misguided search for yourself …

As most aggravating, , there is the maintenance of the war, as if it were an inalienable right of sovereignty, determined by government domes, and resources paid by the people, feeders of a slave financial system of high taxes paid and interest absorbing the results of extreme work, to the bank loans in order to keep up structured in a way… And which amounts granted as credit, are manufactured without origin and without proper reserve capital …

Then there are the laws, to leverage another concept misaligned with the divine precept, judgment and condemnation, to control the discipline of shares, that the system itself was apologist …

Along with the religious teachings of imperfection, subservience and human subjugation, everything was planned to divide the potential of the being, leading him to believe in the separation from God and all creation from the same Divine Source, competing with each other and even with itself existence …

How can we identify in my brief note, is an interconnected network of power with dispersion strategies, slavery, imprisonment, alienation and weakening …

Yet here, I’m not goal judge or wish instigating riots, as we can witness, the results speak for themselves, and such experiences are part of the learning process, mastery and ascension of every soul …

I write only an invitation to reflection, that you may discern in the midst of so many changes, which would be real, among the “system of illusion Games” and “The Divine Perfection”. So you can opt for the “Capital God,” which is the experience of duality, unattainable dreams and fear, or the “God of Love,” the Way, the Truth and the Life, your origin … Because both cannot go together for the evolution and ascension …

There is a constant aid, bringing us with their spiritual support, guidance and channeled messages, or intuitive interface. They are the different intergalactic races, ascended masters, archangels, angels, spiritual mentors, inhabitants of interior earth. The fraternity unified. Apart from this multidimensional support to encourage us to recall and to our expansion, there are souls who incarnated in the plan, with evolutionary purposes already pre designed, the new generations of young people and children …

If is your desire, because you have free will, you can now open your heart to perceive this experience intensely, in the renewing energy force that inevitably enters into all forms of life, arising from cosmic explosions of countless past periods in our vision of time, designed by endless kindness and intelligence of the Source of all life … the Source of Love that makes us divine eternal being …

This energetic power comes to realign ourselves with the true origin, purifying our systems of beliefs, dogmas, fundamentalism, concepts, fears and dividers of the being unified. Revealing to us as true manifestos of Creation, in our real essence and evolving creative potential …

Be able to understand that the Divine Love, was support to achieve this great moment Planetary and Human of transition, because from Him, have set up the devices of the energies of Forgiveness, Compassion, Altruism, Peace, lest we should desire in the justice without retaliation, but for what we can create together in oneness and evolutionarily, to the new Human society of Light and Divine Love, in reintegration, resonance and harmony with the process of Mother Earth rising, and with all brotherhood of light of the various systems in the universe. ..

Let there be light…

Fred Cury

 

A Nova Visão…

Olhei ao redor do externo, algo antes projetado a ser belo, sendo devastado… Vi um mundo que não desejei ver, fui alguém que não quis ser, agi por uma coerência que não quis ter…

Não há nada para mim que esteja fora de mim… Nada posso oferecer a partir de mim, senão o melhor de mim… Essa grandeza guardada num casulo protetor, à espera de minha vontade de retornar, de unir-me à tudo pela essência, de elevar-me por tudo a que vim…

Eu não pertenço ao mundo inventado, desconexo, que insiste em demonstrar que o certo é o errado e o errado o certo… Aceitar o mal como necessário e o bem como utópico… A mentira como medida e a verdade descartável… O medo como um porto seguro sobrepujando a fé… Esta falsa realidade holográfica que cega-me à luz, que a torna inatingível, improvável…

Esta forma de ser não sou eu, tais ilusões não me definem… Não alegram, não acrescentam, não mudam e não transformam… e por fim não evoluem…

Sobrevivência não é vida intensa… Agora que renasço, não preciso de mais imperfeições para tornar-me perfeito, nem de mais desarmonias para ser equilibrado… Nem justificar uma vitória pela derrota alheia, se o próximo é a outra parte do crescimento… O sagrado, divino, unificado…. Saio agora de cena, em férias dimensionais permanentes… Sem retorno a este sonho que por mim não foi sonhado… Sem colocar de novo os pés em um caminho bifurcado… Sem participar de um plano por outros planejado…

Viajo agora para dentro de mim, e saberão de mim pelo Eu manifestado, reconhecido, renovado… O criador do meu destino… o Eu ilimitado, feliz, pleno… Em um mundo sentido como meu, que tornou o verdadeiro Eu, realizável… Sentindo amar a Vida como Deus…

Fred Cury

The new vision … (English version)

I looked around the outside, something previously designed to be beautiful, being devastated … I saw a world that did not wish to see, was someone who was living in a coherence that would not wish for me …
There is nothing for me that is outside of me … Nothing I can offer from me, if does not come from within… This magnitude stored in a protective cocoon, waiting for my desire to return, to join me at all by essence, reborn for everything that I came …
I do not belong to the invented world disconnected, which insists on demonstrating that right is wrong, and wrong is right … accept evil as necessary and as well the Love as utopian … The lie acceptable, and truth as disposable… Fear as a safe haven, overwhelming of the faith … This false holographic reality that blinds me to light, which makes all blessing unattainable, unlikely …
This way of being is not for me, such illusions nothing can define without rejoice… Nothing can add, do not change and do not evolve …
Survival is not intense life … Now that the essence can reborn, I do not need more imperfections to become perfect, or more disharmony to balance… I do not need justify a victory as others’ defeat, the next is other part of growing up … The sacred, divine, unified …. now I leave the scene in permanent dimensional vacation … No return to this dream that not is mine… Without putting the feet back on a forked path. .. No part of a plan planned for me…
Now I will travel inside of me, and I will be recognized, renewed as creator of my destiny … Where no limits, happy in returning to a world as mine, who I see the true I, in dreams achievable, feeling the love by life as God …

Fred Cury

Origem…

(Original text in Portuguese language, and transcription for English version in Blog).

Há sempre um propósito evolutivo e renovador, para todas as vidas que se movem em direção ao infinito… 

Na visão limitada somente ao carnal, quando há uma aparente perda de algo conquistado, em verdade, este se desloca a fim de servir um propósito mais elevado a um semelhante…

Não há perdas ou danos de nada. Porque nada se tem, além da experiência requerida ao reencontro com a essência de tudo… Portanto, não é tudo que temos, ganhamos ou perdemos… É tudo que Somos, aprendemos, aprimoramos e criamos… Pelo discernimento do real poder sagrado de cada manifesto Divino…

Cada vida que se move do aspecto sutil da alma ao aspecto denso da matéria, desloca-se a fim de iluminar novamente a certeza do eterno, e de não ser perecível, escasso e findável, como o que se auto define no efêmero “ter”.

A vida que se move pelo eterno, quando reaprende a cocriar com os preceitos sagrados do benefício ao todo, sente-se glorificada. Ao perceber que na intenção amorosa, além de mover-se simplesmente pelo fluxo da existência, também se expande pelo emprego aprimorado de seus dons criativos…

Há de se compreender por fim, lucidamente, que aquele Ser que possui o que se considera riquezas, ou o que ganha uma competição, ou que é considerado mais belo por um mérito subjetivo, ou o que é mais inteligente por um conhecimento limitado a um só mundo, não é privilegiado pelas alturas…

Todavia, é um Ser que reencarnou no plano, para as diversas experiências nos conceitos ilusórios de limitações evolutivas… Até que atingisse o extremo da crença nas ilusões alimentadas por seus medos, advindos das formas de enxergar a própria vida, baseadas na informação exterior ao seu conhecimento divino adormecido, que invariavelmente, é resgatado pelo desígnio ascensional da alma…

A Fonte Divina da qual se originou tudo que existe, não oferece privilégios, pois tudo é a Fonte… Tudo é Deus… Toda manifestação é Deus…

Portanto, não há o que se possa conquistar pelo competir, subtrair, separar ou privilegiar… Pois o todo existente é dotado do mesmo Amor de sua origem. A mesma que permitiu a experiência separatista idealizadora de fronteiras ou diferenças… Superiores ou inferiores… Vencedores ou perdedores… Abastados ou miseráveis…

Até que os ciclos se encerrem no último dos ciclos desarmoniosos e caóticos, consequentes das experiências separadas da inteligência, sabedoria, abundância e perfeição Divinas no Amor… Sobretudo, pela grande purificação e ressurreição de uma das mais belas facetas da Criação; A Mãe Terra, Gaia.

É nisto que consiste a evolução…

É quando o Ser compreende em sua recordação, que Deus não se manifestava em sua vida, porque esperava Ser liberado a partir do seu reencontro com o próprio coração… E nesta liberação, alinhar-se por enxergar e discernir, que se um Ser é uma manifestação de Deus, todas as criações também o são…

Então honrará a partir de si, toda graça como uma só graça… Toda vida como uma só vida… Toda manifestação viva, como um aspecto inspirado de uma só Divindade…

… escrito por Fred Cury

 versão Áudio/Vídeo editado por PALMA: https://youtu.be/IrPb5JqqGo8

Origin … (English Version)

There is always an evolutionary and innovative way, for all the lives that move towards the infinite …

In view of matter, when there is an apparent loss of something gained, in fact, it moves to serve the purpose of a life aspect similar …

There is no loss or damage to anything, because nothing if has, in addition to the experience required to rediscover the essence of all …

So it’s not all we have; win or lose …

But, it’s all we are, when we learn, we improved and created … At insight into the real sacred power of each Divine manifest …

Each life that moves from subtle aspect of the soul to the dense aspect of the matter, moves to enlighten the certainty of eternal again, and it is not perishable and scarce like that self defines in the ephemeral “have “…

The life that moves through the eternal flux, when relearns create with sacred precepts of benefit to the whole, feels glorified, realizing that in loving intent, in addition of move it just by the flow of existence, also expands by employing illuminated of your creative gift …

One has to understand finally, lucidly, that that Being who possess what is considered wealth, or that can winning a competition, or what is considered more beautiful by a subjective merit, or what is more intelligent for a limited knowledge a one world, not is a being favored by the heaven…

But a Being who reincarnated in the plan for the various experiences in the illusory concepts of evolutionary constraints …

Until it reached the point of maximum pain and fear arising from the ways of looking at life, based on outside information to his knowledge innate, yet sleeping… that invariably, is rescued by ascensional project of the soul …

All that exists, is originated of the Divine Source, without priviledges because all it is, is the Source … Everything is God … Every manifestation is God …

Therefore, there is nothing we can win by competition, subtract, separating or atributing privilege … All the existing whole is endowed with the same love of their origin, the same that allowed the breakaway experience who conceived boundaries or differences, … Losers or Winners… Higher or lower … Rich or miserable …

Until the cycle if close, in disharmonious and chaos results, resulting from separate experiments of intelligence, wisdom, abundance and perfection in Divine Love … Above all, the great purification and resurrection of one of the most beautiful facets of Creation; Mother Earth, Gaia.

Herein lies the evolution …

That’s when the Self understands in his memory, that God does cannot manifest in your life, because expected be released by the reunion with the your very heart …

And this freedom, is when the Being can see, and discern, and feel, that is a manifestation of God, and all creations are also …

So honor from Him, all grace as one grace… All life as one life …

All manifesting as a unique inspirational look, of a unique Godhead …

written by Fred Cury

Saúdo a ti Ser Divino…

(I greet thee Divine Being – Original text in Portuguese language, and transcription for English version)

Após a origem, fostes várias crianças purificadas… Renascendo e crescendo a partir de variáveis pontos de partida… Ingressando à superfície em novas etnias e geografias… Tantas vezes, cedendo tua disposição à tantas experiências…

Uma mesma Alma que regia as expressões de reis e rainhas, artistas, guerreiros… Líderes ou subalternos, poderosos ou humildes…

Tantos aspectos vividos em um coração repleto de coragem,… dedicado a entender os mundos governados por ideais separados das origens,… ao conflitarem-se com suas facetas e jogos limitantes,… a aprender nas polaridades, o quanto se faz necessária a Luz para a escuridão persistente…

Velhas almas sempre perseveram… antes e depois das renovações…

Quanto já foste pela Criação,… a contribuir cegamente à evolução do corpo, da mente, do espírito Divino,… e ao Planeta Consciente que habitaste,… na Ascensão como destino…

Celebrarei tua existência, Divina Alma,… pois ao enaltecer-te e respeitar teu fluxo,… honrarei nossa Fonte magnânima, que nos aguarda com o mesmo Amor, que permitiu-nos a escolha, de como aprender a criar a perfeição de um Universo,… conhecendo um dominante mundo ilusório, e aos desígnios da existência, tão imperfeito e controverso…

A cada passo que deres, Nobre Alma, ressonâncias se unificam,… formando uma vasta gama de pontos de Luz , visíveis e veladas por quem nos glorificam…

A cada ato e intenção de Amor que manifestares, Sagrada Alma,… cicatrizes de batalhas desaparecerão,… tua longa história será referência… Um novo mundo livre será mérito… O sentido de uma grande tarefa,… um louvável serviço de alma,… ao veres todo aspecto da existência renovado…

Então, juntos dançaremos alegres, Linda Alma,… por entre as constelações,… espalhando a boa nova ao cosmos… Irradiantes entre os mundos há muito concebidos,… dos primitivos aos renascidos em beleza…

E cantaremos em uníssono…

“Já estivemos humanos,… e como tais realizamos,… os grandes feitos das Estrelas”…

… do livro “O Amanhecer da Consciência”, de Fred Cury 

I greet thee Divine Being … (English Version)

… You was purified in rebirthing, and growing from starting points variables … To Joining the surface in new ethnic groups and geographies … So often, giving your disposal to so many experiences …

The same soul that governed the expressions of kings and queens, artists, warriors, leaders or subordinates, powerful or humble …

So many aspects lived in a heart full of courage … dedicated to understanding the worlds governed by ideals of separate origins, … when in conflict with its facets and limiting games … you learn in polarities, how much is necessary in light to the persistent darkness …

Old soul is perseverance … before and after the renovations …

What you was for creation, … always to blindly contribute to the evolution of body, mind, to spirit of the Divine … and what Conscious Planet dwelt … in the Ascension as a destination …

I’ll celebrate your existence, Divine Soul, … in praise and respect to your flow … so, honor the magnanimous Source, awaiting us with the same love which allowed us to choose, how to learn to create perfection to the universe … knowing a dominant illusory world, and the designs of existence, as imperfect and controversial …

At every step you give, Noble Soul, resonances are unified, forming … a wide range of points of light, visible and veiled by whom we glorify …

Every act and intent of Love that you manifest, sacred soul … scars of battles will disappear … your long history will reference … a new world in freedom the your great merit … the sense of a great task … a commendable spirit of service … to view every aspect of existence renovated …

So, we can together dance in happiness, beautiful soul, … through the constellations … To spreading the good news to the cosmos … Radiant, between the worlds… of the primitive to the reborn in beauty …

And we will sing in unison … “We’ve been humans … and as such we can carry out, … the great achievements of the Stars” …

Fred Cury

Em nome do Amor…

O que ser senão do Amor? O que navega pelo ser,… através e além,… que honra a vida em gratidão,… que vem do coração, do desejar sorrir por despertar outro sorrir, do iluminar virtudes, do resgatar dons inativos e no silêncio,… proclamar felicidade como princípio e meio… e que assim seja permissível… Infindável…

Ao Amor irei versar… Reescrever a nova história… Sem permitir-me esconder o que permeia minha alma… Acolhida,… pacificada,… purificada…

Grande Amor Infinito, bem vindo de volta à nossa casa… Meu âmago é tua morada… Me fortaleça em meio ao caos… Sobrepuja a dor da mágoa, o medo do escuro… Me engrandece e transporta-me à clareza, à leveza, à beleza… Este viver pleno não é um sonho do porvir, mas o mover-se agora intenso… 

Já vivi denso pesar… Foi por reconhece-lo, como dádiva e pensamento,… minha primorosa natureza… A mágica alquímica do recriar e expandir, do bem que fiz por libertá-lo… Permitir que seja minha palavra e meu gesto,… meu vibrar e fluir… Por ser a expressão de minha essência… A substância Divina da existência… A razão liberta, por todo Ser evoluir…

Em nome do Amor e da Paz me abro ao que vier em fé e confiança… A liberdade se apresenta a cada passo, em sutilezas e nuances… Alguns sinais, percepções, em meio aos ventos da mudança…As expressões de um coração a expandir-se como antes… 

As visões angustiadas desvelam-se ao que lhes ofuscam na clareza… Os pensamentos temerosos curvam-se ante a lucidez… O corpo alinha-se após dores entre o martírio e a pureza… Na certeza de que a vida, é da Fonte que se fez…

Reunificado Eu seja ao espírito Divino… Que Eu reviva as sensações reais da essência… 
A essência do Todo… porque o Todo é o destino… E o destino é pelo Todo, que se move a existência…

O mundo que se via cegamente muda a face… Trazendo o sentido verdadeiro ao sem sentido… Renascendo do equívoco para ser realidade… Resgatando um poder que se julgava estar perdido…

As Luzes da transformação surgem envolventes, revigorantes… Ocupando cada fresta, permeando cada espaço… Trazendo as boas novas das verdades triunfantes… Tornando abundante o que outrora foi escasso…

Um anjo se apresenta em sua forma definida… Realinhando-me à imagem da beleza além do escuro… No altruísmo invisível, energias concedidas… Incentivando o recordar de um conhecer além do estudo…

Despeço-me do antigo ressentimento, abrindo-me ao novo sentimento… Os sonhos desfeitos de ontem, não são mais do “Eu Agora”,… que não sonha mais, realiza embora…
Dissolvendo más questões… Retomando as direções… Aproximando o meu momento…
Do que já me definia, existente e manifesto… Renovado Eu percebo… Ao meu viver Retorna…

de Fred Cury

Autor do livro “O amanhecer da Consciência”… e da Página Freed on life no Facebook: https://www.facebook.com/freedonlife

Partículas de Amor…

Não há porque julgar- me um Ser pequeno… Se ao observar um ambiente de exuberante natureza viva ao redor, constato quanta beleza e perfeição gerada a partir de pequenas sementes…

Observo o todo desta obra conjunta de fertilidade e continuidade… Imaginando o momento primordial de tanta inspiração criativa…

Sinto-me com a alma inserida nesta perfeição… Quando penso que a mesma Fonte de vida manifestada à minha admiração e reverência, honra-me com sua presença inseparável, atuando no mais puro de minha essência, e por esta, atraí-me de volta, convidando-me a fazer novamente parte de tudo, e em gratidão, posso ter a sensação de plenitude se expandindo, ao abrir meus braços em louvor pela vida, e por ser parte dela…

Se Eu admiro a beleza da criação, posso inserir-me nela pelo coração, então, já não serei um pequeno Ser isolado…

Inspiro-me na certeza, de que há como trazer de volta esta beleza à realidade do mundo… Aos corações, ao coração da Mãe que nos acolhe…

Está na energia que não tem limites, dimensões, tempo ou espaço…

Está no Amor que se pode expandir a partir de cada coração que se liberta, e renova pelo puro desejo a reintegração do todo existente…

Se não posso estar presente em meio a uma necessidade coletiva por amparo, posso estar presente aonde eu me lance em benevolência energética profunda, em coração, em vibração e oração… Em emanações sinceras e confiantes de que, mesmo que pareça um Ser pequeno, impotente e vulnerável à grande ilusão do medo… Em verdade, Eu Sou energia Divina ativa…

É um grandioso momento… Quando tudo parece tão assustador e derradeiro, ressurgir a certeza de que tudo se cumpre e se alinha…  Saber que todo poder inerente suprimido e esquecido, será reavivado e manifesto em quando somos todos agraciados e renovados, ao recebermos mais das transformadoras partículas do Amor de Deus…

Poderás sentir esta energia, pois aquelas angústias, incertezas e tristezas do passado que se manifestam, não vieram à superfície desta vez para assombrar-te ou aprisionar-te, mas para despedirem-se… Como experiências não mais necessárias a tua evolução, a serem liberadas e transmutadas, cedendo o espaço para que recebas a Luz renovadora pelo retorno ao que pertences…

Vida integrada à perfeição da vida… Vida abundante em inspirar vida… Vida unificada à criação da vida…

Fred Cury

VERSÃO VÍDEO/ÁUDIO YOU TUBE – EDITADO POR PALMA: https://youtu.be/hS_k7M5zm-U

Love particles … (English Version)

There is no reason I judge me a small being… If observing a lush living nature surrounding environment, I note how much beauty and perfection generated from small seeds …

I can observe all this as the joint work of fertility and continuity … Imagining the primordial moment of such creative inspiration …

I feel with the soul in this perfection … When I think that the same source of life manifested to my admiration and reverence, honor me with their presence inseparable, working in the purest of my essence, and for this, draw me back, inviting me to do again part of all, and in gratitude, I have the feeling of fullness expanding, opening my arms in praise for life, and for being part of it …

If I admire the beauty of creation, I can put myself with this beauty by heart, then, will no be a small and isolated Being…

Certainly, that is way to bring back this beauty to the reality of the world … At heart, to the heart of the Mother who welcomes us …

Is the energy that knows no bounds, dimensions, time or space …

Is the Love that can expand from every heart that is liberated, and renews the pure desire the reinstatement of all existing …

If I can not be present in the midst of a collective need for protection, is possible be present where I bid on deep energy kindness of heart, in vibration and prayer … In sincere and confident emanations that, even if it seems a being small , powerless and vulnerable to the great illusion of fear … In fact, I am active Divine power …

It’s a great moment … When all seems so scary and final, resurface sure that everything if fulfilled and aligns us … Knowing that the power inherent suppressed and forgotten, will be revived and manifested in when we are all honored and renewed, to receive more of the particles of transmutations of the Love of God …

You can feel this energy, because those anxieties, uncertainties and sorrows of the past manifested, did not come to the surface this time to haunt you or imprison you, but to bid farewell … Because no longer needed this experience to your evolution, to be released and transmuted, giving the space for you to receive the renewing light of the return to what belongings …

Integrating your life to the perfection of life … abundant life to inspire life … unified life to the creation of life …

Fred Cury

Proteção…

(ProtectionOriginal text in Portuguese language, and transcription for English version)

Por toda dor sentida na incompreensão do que me ataca, reprime ou impede, hei de não esquecer-me após a redenção, da afeição e acalantos recebidos… Buscando apaziguar-me, num sentimento sem sentido…

É aquele fio de esperança, real mas não visível, ante as experiências que por fim se desfazem, mas o cordão permanece invulnerável ao medo representado poderoso, içando-me pelo pensamento em busca da verdade…

É quando clamamos por Aquele que esquecemos Ser Um em nós mesmos, e esse é o momento auspicioso do aprimoramento…

Do perdão, do luzir… Reintegrar… Emergir… Despertar…

À Ressurreição e à Vida declarar…

Reconheço mesmo agora, neste gesto carinhoso que recebo, pela constante vigília de expressões celestiais, ou em manifestos de corações celestiais terrenos… Ao serviço do reforço para o que parece estar perdido… E esse Amor nos faz serenos…

Louvadas sejam as almas que vieram, viveram, viram e venceram… Superando o assustador ilusório, e ao atingirem estágios tão elevados de Amor, nos servem em todo momento, porque se regozijam e se completam, ao retorno glorioso de cada vida resgatada a eternidade… Realinharem-se ao Perfeito…

Eu sou grato em compreender, que algo que se mostra assustador fora de mim, não transgredirá o quanto Eu Sou adentro… De que tudo que espera minha coragem e aprovação, é o caminho evolutivo da Fonte em minha Vida, por toda Vida em Ascensão…

O espírito criativo, a essência de tudo… O eclodir do coração…

Onde Eu reconquiste a verdade em meio às mentiras… As certezas em meio às descrenças… O poder em meio às derrotas,… e dissolva com Amor, as densas masmorras da crença do viver ao morrer… Para que a liberdade resplandeça, na grande conquista da Vida…

O simplesmente…, SER…

Fred Cury

Edição de Vídeo/ Áudio por PALMA: https://youtu.be/2HMlku7ChMU 

Protection… (English version)

Throughout pain experienced in understanding what strikes me, suppresses or prevents, not to forget me after the redemption, affection and of received lullabies … Seeking to appease me, a feeling meaningless …
It’s that thread of hope, real but not visible, compared the experiences that ultimately fall apart, but the spark of light remains invulnerable to fear represented powerful, hoisting myself by thinking in search of truth …
It is when we call the who is Be One in ourselves, and that is the auspicious time of improvement …
Forgiveness, shine … Reinstate … Emerge … Awakening …
In the Resurrection and the Life declaring …
Recognize even now, this kind gesture, of the constant vigil of heavenly expressions, or in manifests hearts heavenly of the land … Serving as reinforcement for what seems to be lost … This love makes us serene …
I praise all souls who came, lived, saw and conquered … Overcoming the illusory scary, and reach as high stages by love, serve us at all times, because they rejoice and if complete, to the glorious return of each redeemed life to eternity … realigned to a being Perfect …
I am grateful to understand, something that if shows scary out of me, not transgress how I am inside … What all been waiting, my courage and approval, is the evolutionary path of fountain of my life, all my life on Ascension …
The creative spirit, the essence of all … The expansive of the heart …
Where I regain the truth amid the lies … Certainties amid disbelief … The power amid defeats … and dissolve with Love, dense dungeons of belief of living to die … For freedom shine, the great achievement of Life… Simply. To be…

by Fred Cury

O retorno à evolução…

O ceticismo em tudo que não se pode ver ou tocar, está presente na maioria das mentes humanas… Considerando-se abstratas, imaginárias ou até irreais, as energias de elevação que circundam nossas vidas…
Ao meu ver, o que considero inacreditável, é testemunhar uma civilização sem nenhuma evolução, após experiências que se repetem há milhares de anos…
Considere: O que seria ilusório afinal?
Podemos abrirmo-nos à inovação, basta observarmos que nenhuma tecnologia que se tenha idealizado, erradicou efeitos nocivos ao desenvolvimento homogêneo, com o agravante de absorver da Mãe planetária, recursos essenciais ao equilíbrio da mesma, com o argumento do grande estouro populacional, e consequente escassez de recursos…
Sendo assim, considerando que houvesse mesmo uma população além do que o planeta comporta, economizaríamos muito aplicando tecnologias destinadas à preservação da Vida; planetária, ambiental e humana, ao invés de investir-se em tecnologias de extinção da vida, como se dá nos astronômicos recursos destinados às guerras.
O novo, está sempre em abundante disposição no Universo, e o acesso se dá apenas pela disposição de acionar a chave da sabedoria de cada coração, pelo Amor…
Mas acredito no despertar à evolução humana terrena e que por fim venham a perceber, que a força propulsora de toda criação, é poderosa, indefinida e intermitente, realinhando o que representa ser tão desconexo, desigual e escasso, a desfrutar novamente de toda esta potencialidade infinita…

Fred Cury

Freed on life no Facebook: https://www.facebook.com/freedonlife 

The return to the evolution … (English Version)

Skepticism in all you can not see or touch, is present in most of human minds … Considering abstract, imaginary or even unrealistic, the lifting energies that surround our lives …
In my view, what I consider unbelievable, is to witness a civilization with no evolution, after experiences that are repeated for thousands of years …
Consider: After all, what would be illusory?
We can open ourselves to innovation, just observe that no technology that has been designed, was able to eradicated the jamming against the smooth development, with the aggravating factor absorb of the planetary Mother, resources essential to the balance of it, with arguments about the great population explosion and consequent scarcity of resources …
Therefore, considering that there was even a population beyond what the planet can support, it would be wiser, the applying technologies for the preservation of life; planetary, environmental and human, rather than investing in technologies for the extinction of life, as is the case in astronomical resources intended for wars.
The new, is always abundant provision in the universe, and the access is only available by activating the key wisdom of each Heart, through the Love …
But I believe, in this wake of human evolution, finally, each will to realize that the driving force of all creation, is powerful, indefinite and intermittent, realigning what is being so scrappy, uneven and sparse, to enjoy again all this potentiality infinite …

Fred Cury

O Autor…

Fred Cury,
Poeta místico espiritualista, pensador e compositor.
Cantor e compositor há 30 anos, vertendo para a arte literária com maior ênfase, por agregar os dons de escrita poética antes produzidos para a música, e de grande profundidade espiritual com maior intensidade há 4 anos, a partir deste período, tornei-me um estudioso de assuntos de espiritualidade e ascensão de consciência, com grande reintegração com a Divindade e a Divina Presença do Eu Interior.
O livro “O Amanhecer da Consciência”, foi divinamente escrito pelo propósito de compartilhamento com os semelhantes, acerca da reconquista de nosso poder individual por meio da reconexão com a essência da alma e com a Fonte da Criação, para fins de reintegrarmo-nos à evolução cósmica coletivamente…
Sou um semelhante da espécie humana em corpo…espiritual em essência…compartilho de vida com a vida… cumpro com amor reunificar minha divindade com vossa divindade…
Namaste नमस्ते

https://clubedeautores.com.br/book/188125–Freed_on_life#.VcK6MPNVikq