A Consciência Divina…

freedonlife

Aos poucos, tudo se torna claro. Novas situações inusitadas se apresentam. Novas percepções despontam. As preferencias se transformam, velhas mazelas cedem lugar a novas compreensões.

As passagens se repetiram por muito tempo. Recorrestes demasiadamente ao externo de tuas coerências. Esperastes muito por ancorar novas esperanças nos romances. Na aquisição de matéria ilusória sem alma. Na esperança de salvação por sacerdotes sem exemplos. Por falsas sabedorias sem humildade. Curadores oportunistas. Barbitúricos inebriantes.

Tantas as buscas e crenças, estas certezas reincidentes. Tantos recomeços intermináveis aquém do êxito.

Até que no aparente derradeiro cansaço das experiências mundanas, olhastes para os céus novamente, como se fosse última vez que voltaste os olhos às alturas, como se fosse o último clamor, aquela tentativa final de renovar esperanças. Eis que então, ouvistes aquela voz que vem de dentro. Aquela que povoa o pensamento com um sussurro tão intenso, que encobre o bradar birrento do ego outrora…

Ver o post original 585 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s