A vida como ela é…

Olha para o céu e não verás fronteiras.

Observe o voo das aves e não verás destinos.

Corteje uma majestosa árvore e não sentirás o tempo.

Acompanhe a correnteza das águas e não enxergarás o impuro.

Partilhe das luzes do Sol, da Lua e das estrelas, e não te cegarás pelo escuro.

Receba a brisa dos ventos e não te sentirás inerte.

Mergulhe em outro olhar profundamente e não reconhecerás o mal.

Feche os olhos, respire profundamente, mergulhe em si, declare-se amor, agradeça.

Levite em elevação com tua alma, pronuncie-se vida essencial de expansão universal, e ao reconheceres tua grandeza, não te sentirás em solitária existência.

Encontrar-se, não te exige desafios, nem lutas ou esforços além de teus limites…

Nada a superar. Nada a programar ou controlar.

Desvendar-se, não lhe cobrará o intelecto além do conhecimento. Não desvendarás enigmas ou caminharás em labirintos.

Tu existes com propósitos de Vida pela Vida. Não por funções estabelecidas, mas por fluência. Nem por batalhas a serem travadas ou para venceres obstáculos. Existes, porque és essência. Porque és alegria. Por seres Vida fruto do Amor Infinito, da evolutiva semente ao que se expande em liberdade, em harmonia.

Daí se cria a tua beleza sem vaidade. Tua natureza sem sacrifícios. A existência sem princípios ensinados como teus, as dores ou medos. Somente o saber consciente, de que és Vida Fluente. És Luz de intensidade. Uma Estrela Ascendente. A parcela do todo em toda parte.

De onde viestes ou para onde fores, não terás mais a vida colonizada, mas Integrada. Honrada. Amada. A alma que se fez aprendiz. A que reencontrará sua mestria na criança feliz, de pureza intocada.

Escrito por Fred Cury

Versão editada em Vídeo/Áudio por PALMA: https://youtu.be/HJrH5Ub61VU

Life as it is… (English version)

Look at the sky and you will not see borders.

Note the flight of birds and you will not see destinations.

Admire a majestic tree and will not feel the time.

Follow the flow of water of river and not enxergarás the impure.

Share the lights of the sun, moon, and stars, and you if put out of the dark.

Get the breeze of the wind and you will not if feel inert.

Immerse yourself in another look deeply and recognize them not evil.

Close your eyes, breathe deeply, absorbing itself, it must be stated love, be grateful.

Levite in elevation with your soul, pronounce it essential life of universal expansion, and recognizing your greatness, you will not feel up lonely in existence.

Looking for you does not require you challenges or struggles or efforts beyond your limits …

Nothing to overcome. Nothing to program or to control.

Unravel up, will not charge you the intellect beyond knowledge. You will not need to unravel puzzles, or will walk in mazes.

You exist with life purposes for Life. Not by established functions but creep. Not for battles to be fought in order to win or obstacles. Exist, for you are essence. Because you are joy. Life for being fruit of Infinite Love, the evolutionary seed to expanding in freedom, in harmony.

Then create your beauty without vanity. Your nature without sacrifices. The existence unprincipled taught to you, as pains or fears. Only the conscious knowledge that you are fluent Life. The light in intensity. A Rising Star. A portion of all everywhere.

Where you came from or where you are to go, you will have no more your life established, but life integrated. Honored. Loved. The soul who became apprentice. The find again his mastery in you of the happy child, of pristine purity.

Written by Fred Cury

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s