Unificado…

(Unified – Original text in Portuguese language and transcription for English version)

És um aspecto do UM…

Uma sagrada existência dentre as existências…

A faceta criativa de um processo criativo…

És a resposta de várias experiências…

Uma síntese aprimorada de vidas dantes vividas…

A luz da renovação. Dos rumos evolutivos. Da mestria da perfeição. Da harmonia entre os destinos…

Um coração reencontrado dentre corações unificados…

Assim como estás abaixo, estás acima…

Pelo que realizares abaixo, eleva-te…

Pelo que expandires acima, eleva-te…

Pelo que conduzires em todos os mundos e planos, eleva-te…

A cada elevação, cumpres…

E quando emerges por teu cumprimento, manifesta-te alma elevada a tua Fonte…

Em amares tua existência, honrarás o UM em ti…

Em amares além de ti, amarás o UM em todos nós…

Parece solitário num mundo ilusório. Mas viestes do UM unificado, ramificado. De onde procede a família. A concepção de tua vida. De toda forma vivente…

És a realização do propósito do UM vibrante em ti. Reúnes o rebanho desgarrado. Despertas o adormecido do sono profundo. Amparas o amedrontado. Semeias verdades ao iludido. E por teus dons infinitos, resgatas da ausência o Amor escondido…

És um aspecto do Um…

escrito por Fred Cury

Edição de Vídeo: Reynaldo Moysés Jr. – Link de acesso no YouTube: https://youtu.be/8EVYbK-dFvw – Música de Reynaldo Moysés Jr., inspirada no texto do Livro – O Amanhecer da Consciência, de Fred Cury – Texto declamado por Fred Cury

Unified (English version)

You are an aspect of the One …

A sacred existence among all sacred existences …

The creative face of a creative process …

You are the response of various experiences …

An improved synthesis of lives lived before …

The light of renovation … the evolutionary course … the mastery of perfection … of harmony between destinations …

A heart rediscovered among unified hearts …

Just as you are below … you are up …

For all that you accomplish below, Rise then unto …

For all you expand, Rise then unto …

For everything you lead in all worlds and planes, Rise then unto …

Each elevation, you fulfil …

And when you rise from the compliance, shew thyself thy soul high to Source …

By loving your existence … Honor the “One” in you …

By loving besides you … you shall love the “One” in all of us …

It seems lonely in an illusory world, … but you have come of “One” branched … where you does part the family …

the conception of your life … of every living form …

You are the fulfillment of the purpose of “One”, vibrant in you … Gathers the wayward flock … Awakened of the deep sleep … Dispels the frightened … Sow the truths for deceived … and, for your infinite gifts, you redeem of absence,the hidden Love …

You are an aspect of the One …

written by Fred Cury

Anúncios

Simplesmente…

(Simply – Original text in Portuguese language and transcription for English version)

Ao Amor não se atribui exibição. Simplesmente É.

A ele não se disserta, é o reaprender na experiência.

Não se aplica legislar. Aonde vibra, não há o que julgar.

A ele não se busca comprovar, é pelo todo, a própria essência.

O Amor não está na lógica. Onde tudo é calculado, dimensionado, adicionado ou subtraído. Ele é a própria razão e resultado…

Não pode ser representado, é a realidade além da forma, é o elemento além do estado.

O Amor cura os males do desamor. Cauteriza as feridas das batalhas. Transmuta a dor em um sentir purificado.

Liberta o aprisionado, para ser da Luz brilhante, manifesto, pulsante.

Está na ação e no repouso. No altruísmo e sapiência. Na evolução e na verdade. No perdão, na paciência.

O Amor da providência. O Amor da ascensão.

O todo da vida. A vida do todo. A Fonte. A Unificação…

escrito por Fred Cury

Edição de Vídeo: Reynaldo Moysés Jr. – Link de acesso ao Vídeo no YouTube: https://youtu.be/K9RLuajT8z8 – Música de Reynaldo Moysés Jr., inspirada no texto do Livro – O Amanhecer da Consciência, de Fred Cury
Texto declamado por Fred Cury

Simply (English version)

Love is not attributed to the exhibition … just is …

Love does not need dissertation … he’s on to relearn in the experience …

Love does not apply to legislate, … on the love vibration, there is nothing to judge …

It is not necessary to prove the love … it’s all over the very essence ..

Love is not in the logic … where everything is calculated, scaled, added or subtracted … He is the very reason and result …

Love cannot be represented … is the reality beyond form … is the element beyond the state..

Love … healing the ills of disaffection … cauterize the wounds of battle … transmutes the pain in a purified feel …

Free the imprisoned, to be the bright light, clear, pulsating …

It is in action and calm … on altruism and wisdom, in the evolution and actually, in forgiveness, in patience …

Love of providence … the Love of rise…

It is the movement and the way … the origin and destination … the continued …

The Whole Life … the whole for life … the Source … the unification …

written by Fred Cury

 

Amanhecer…

(Breaking Dawn  – Original text in Portuguese language and transcription for English version)

Bom Dia, Amada Gaia! Mãe Terra Provedora.

Bom Dia, Amadas Almas!

Nomeio hoje “O Dia” da realização dos mais profundos e nobres desejos de um coração unificado.

Decreto agora o fim da interferência do passado. O fim da ansiedade do futuro.

Não há dores de ontem, não haverá inseguranças do amanhã, purificados e unificados estão no Agora, o grande Dia de toda uma Vida.

O Dia do renascimento, do retorno ao sentido da concepção ao crescimento, do viver pleno à expansão em Amor, pelos dons e virtudes concedidos.

O Dia em que testemunho todas as extensões da Fonte da Vida. Em sagrado exercício de suas existências. Na unicidade, em sincronicidade. Em suas contínuas formas de expressão do Plano Maior, do Altíssimo, Criador do Dia Eterno, de Tudo que há.

A Fonte de Vida que nos honrou com sua evolução por meio de nós, interligados no Um, dotados das maravilhas inovadoras, que podemos gerar por nossas dádivas.

A Fonte que se move continuamente na respiração, na pulsação, na ação, na palavra, no gesto, na intenção. Na mais ínfima partícula de existência.

Celebro agora o Dia da Verdade, da Liberdade, da Realização, da Prosperidade, da Abundância, da Paz, da Consciência Plena. Da Gratidão.

O Dia especial, precioso e glorioso. De um Amor tão poderoso e irradiante, que transbordará ao cosmos, e se expandirá entre as estrelas e galáxias, Com o nosso canto de libertação e renovação. Ecoando como a melodia transformadora e inspiradora dos mundos.

Bom Dia, Dia. Bom Dia, Vida…

Texto do livro – O Amanhecer da Consciência, de Fred Cury

Vídeo YouTube: Amanhecer – Música de Reynaldo Moysés Jr., inspirada no texto – Declamado por Fred Cury – Edição: Reynaldo Moysés Jr. – Link de acesso ao Vídeo: https://youtu.be/BeBSiLBS9Jk

Text – Breaking Dawn (English version)

Good morning, beloved Gaia… Mother Earth provider …

Good morning, beloved souls …

I name today “The Day”, the day of the most profound and noble desires of a unified heart …

I now proclaim the end of the interference of the past … the end of the anxiety of the future …

There is no pain of yesterday, nor will be insecurity of tomorrow, purified and unified we are in now, the great day from an entire life …

The revival of the day, return to the sense of conception to the growth of living full expansion in Love, granted by the gifts and virtues …

The Day when I witness all extensions of the Source of Life in sacred exercise of their existence in the oneness in synchronicity, in their continuous expression of the Greater Plan, the Almighty, the Creator of the Eternal Day, of all that there is. ..

The Fountain of Life who honored us with their evolution through us, interconnected in the “One”, filled with the innovative wonders, that we can generate with our gifts …

The Source that continuously moves in breathing, heartbeat, in action, in word, in gesture, the intention … in any smallest particle of existence …

Now I celebrate the Day of Truth, Freedom, Achievement, Prosperity, Abundance, Peace, Mindfulness … Gratitude …

The special day, precious and glorious … Day of love as powerful and radiant, which overflow the cosmos, and will expand between stars and galaxies, with our song of liberation and renewal, echoing as the transforming and a inspiring melody of worlds …

Good Morning, Day … Good day, Life …

By Fred Cury

O Anfitrião…

Versão em Áudio/Vídeo, declamado pelo autor: https://youtu.be/KJ2khar62-E

freedonlife

(Welcome to the heart – Original text in Portuguese language and transcription for English version)

Agora, com o pensamento envolto pela redoma da paz que recriei, repouso um pouco à beira das águas tranquilas de um lago cristalino… aqui no coração que me chamou por instantes…

Ele não pediu-me apenas a atenção… mas desejou ser amado como antes…

Ofereceu-me fontes de inspiração… a liberdade… uma ponte de Luz… uma viagem ao reencontro com a verdade… Ele me diz que o universo é nosso provedor, se assim o desejarmos… que a vida não se limita ao começo, meio e fim… a expansão é contínua e ininterrupta… porque a Criação o quis assim…

Eu pude sentir o sabor amargo ao separar-me desta essência… mas o palatável sabor do retorno se faz agora tão intenso, reconhecido e desejável…

Permito-me entorpecer na introspecção… naquela tão flutuante sensação de vida poderosa…

Meu reino não é…

Ver o post original 599 mais palavras

O poder transformador…

(The changing power – Original text in Portuguese language and transcription for English version)

Não se transmuta o ódio, odiando, mas amando…
Não se dissipa o medo, temendo, mas crendo…
Não se finaliza uma guerra revidando, mas à paz elevando…
Não se corrige erros condenando, mas pelo exemplo…

Nada avança evolutivamente sem a verdade, e a verdade é o centro…

Você fez tua livre escolha em teu âmago, a vir para este plano e transformar tudo. Para elevar as vibrações do mundo. Para promover a pacificação dos reinos e reuni-los em um só reino. O reino da liberdade, da igualdade, da divina manifestação…
Um reino sem posses, fundamentos, poder ou hierarquias, que restabelece o sentido de abundância e prosperidade a todos, indistintamente, incondicionalmente…
Sem leis para julgar. Sem diferenças para humilhar. Sem controladores para iludir…

Emana de ti profundamente a paz, a luz, o equilíbrio ao desarmonioso…
Ame com o Amor Divino. Permita-se ser um canal para a manifestação Divina, para a perfeição Divina, e irá reconhecer-se um Ser Divino. Porque é tudo que és…

O poder de teu amor somente é utópico, condicional ou findável, em um processo ilusório programado…
Para a Criação, é o elemento, o bálsamo. O perfeito, o eterno. O supremo sobrejacente e fundamental. O semeador da vida e o restaurador da realidade evolutiva. O vínculo com o processo criativo. A energia propulsora da vida em movimento. O começo, o meio, o destino e o retorno ao princípio…

escrito por Fred Cury

The changing power (English version)

You do not can transmute the hate with hate, but with love…

You does cannot dissipate the fear with fearing, but by faith

You do not finish a war with fighting, but when elevating the peace …

You cannot correct errors condemning, but with the example …

Nothing moves evolutionarily without truth. Truth is center …

You made your choice in your heart, to come to this plan and transform everything to raise the vibrations of the world, to promote the pacification of kingdoms and gather them into one kingdom … The kingdom of freedom, of equality, of the divine manifest. A kingdom without possessions, borders, domains or hierarchies . A kingdom that will reintroducing the sense of abundance and prosperity to all, without distinction, unconditionally … Without laws for judging, no difference to humiliate or controllers to generate illusion …

Emanates deeply Peace, Light, Balance and Love … Align the disharmony with the Divine Love … Allow yourself to be a channel for the Divine manifestation, for Divine perfection, and will recognize in you, a Divine Being. It is all you are…

The power of your Love is only utopian, conditional or finite in a programmed illusory process …

For the Creating, is the element, the balm … Perfect, eternal … The supreme overlying and underlying … The sower of life… The restorer of the evolutionary reality… It is the link with creative process … The driving force of life in motion … The beginning, middle, destiny, and… the return to principle…

written by Fred Cury

 

Você pode sentir a Fonte

freedonlife

(You can feel the Source – Original text in Portuguese language, and transcription for English version)

Cada passo que demos neste plano, nos conduziu adiante. As considerações do que seja certo ou errado em nossas ações, não serão contadas como pontos onde avançamos ou retroagimos… Todo movimento é sempre um avanço…

Trata-se  de energias a serem utilizadas no agora como experiências únicas, purificadas pela sabedoria, iluminadas pela expansão de consciências.

Pois estamos sempre à frente da evolução em nossas existências, em sendo aspectos manifestos da Criação, não importando os falsos conceitos morais de dominação, que apenas favorecem um sistema que se dissipa por ser impeditivo, parcial e derradeiro.

Somos eternas expressões divinas que se moldam nas energias negativas, ao sentido do alinhamento às energias positivas. As únicas frequências compreendidas pelo Universo.

Amada alma, podes sentir profundamente em teu próprio Ser, o quanto de Amor foi manifesto a fim de gerar a vida, e compreender que cada parcela de existência, cada centelha, cada…

Ver o post original 278 mais palavras

Com a Luz do coração…

(With the light of the heart – Original text in Portuguese language, and transcription for English version)

 

Iluminai com tua Luz a criação de um novo plano. Como as dádivas que a Mãe Terra dedica por entre florestas, montanhas, rios, oceanos…

Por suas diversidades que exercem fascínio, à primorosa harmonia em lições de equilíbrio. Como o anoitecer estrelado, trazendo a paz por princípio, ao amanhecer renovado…

Reconhecei tua Luz como protegemos os pequeninos. Preservamos suas purezas. Procurando em seus sorrisos, nossas próprias naturezas…

Trazei de tua Luz o paraíso universal da nobreza. Das intenções, a bondade. Dos gestos, a leveza…

Inspirai com tua Luz a inovação. A arte que recria vida em uma linda tela. Uma rica melodia. O que nasce das mãos do artesão. O que traduz a poesia…

Fazei de tua Luz cada sublime momento. A comunhão com os anjos. Um profundo desejo. A tua oração…

Iluminarás a realidade escondida. Que nos leva a maior dimensão. De um amor que a tudo valida. Revelando-se além da ilusão…

Tua Luz tornar-se-á visível e vasta. Dissipando véus obscuros. Erradicando domínios ocultos, vaidades, ambições…

Proverás Luz aos que se aprimoram. Ressonantes almejam. Expandem-se em Luz e renovam. Das verdades de seus corações…

… escrito por Fred Cury

Áudio/Vídeo no YouTube:  https://youtu.be/D58o2dYSy18

With the light of the heart … (English Version)

Enlighten with your light the creation of a new plan … as the gifts of Mother Earth to dedicated us … amid the forests, mountains, rivers, oceans …
By their diversity to exercising fascination … the harmony in your example of balancing… as dusk starring, bringing the peace by principle for the new dawn …
Recognize in your light the protection the little children, to preserve their purity … looking in their smiles … our own natures …
Bring in your light the universal paradise of the your nobility, of the your goodness, the intentions… of the gestures, the lightness …
Inspire with your light, the innovation … the art … that recreates a beautiful screen, … a rich melody. All which is born from the hands of artisan … which translates in poetry …
Make of your light each sublime moment, the communion with the angels … a deep desire … your prayer …
It will be the Light of the hidden reality … and elevate every heart to larger dimension, in which love to all is legitimate, and proves to be beyond the illusion …
Your light will become visible and wide … dispelling dark veils … to eradicating hidden fields … vanities, ambitions …
You will be light to those who feel a resonant air … they will expand into light and renew, with the truths of their hearts…

written by Fred Cury

Lucidez…

(“lucidity” – Original text in Portuguese language, and transcription for English version)

 

Tenho impulsos contínuos por expressões ilimitadas.

Uma vontade incontrolável de ser o explorador de mim mesmo.

De voar com as asas do silêncio, navegar no vazio do princípio.

A cada respirar uma sensação desejosa de diferentes mundos.

Os puros inabaláveis de belezas inalteradas, de liberdades sensitivas.

São os sentidos do que é dito loucura, pela lógica limitante ou a certeza cega. Por não mais considerar conceitos sociais, realidades.

Aquele coração liberado que pronuncia e transpira, intenciona e vibra o Amor. que com ele é ressonante, identificado, intensificado. 

À presença de muitos semblantes intrigados, intuo a indagação;

“Que loucura, como irás viver de Amor?”

Então, respondo telepaticamente às mentes planejadas, de essências escondidas;

“Se podeis ver à vossa frente um futuro, onde permanecereis lutando em prol de poderes, daqueles que nada compartilham.

As persistentes novas ideias para velhos modos, repetirem-se regressivas aos passos evolutivos.

Os impérios projetados de corruptos tesouros da avareza, ruírem com sonhos, tentando extinguir essências, ao considerarem o Amor tão irrisório ao mundo.

Digo-vos; não desistam de vós mesmos, por esta falsa segurança dos alicerces, em vossa temporária lucidez insana.

Libertem-se de vossos medos.

Eu perseverarei sendo o Amor, em minha suposta insanidade lúcida.

Mesmo que eu morra para a ilusão do mundo programado, ainda assim Serei Amor. 

Sei que no atemporal das consciências nos encontraremos em Paz, Elevação e Regozijo.

Seja no final de um futuro perecível, ou recomeçando desse agora infinito”…

… escrito por Fred Cury

Versão Áudio/Vídeo editado por PALMA – Publicação do texto no YouTube: https://youtu.be/_x8uUvsbgnQ

“lucidity” (English version)

I have ongoing impulses for unlimited expressions.

An uncontrollable desire to be the operator of myself.
To fly with the wings of the silence, and navigate in the void of the principle.

Every breath a willing feel of different worlds.

The unshakable beauties, of purity unchanged, of sensitive freedoms.

Are the ways of a madman for concepts in limiting of logic and to blindness of the sure, why, I’m not more to consider social concepts, realities.

He who speaks, and intends emanate the love, with which it is resonant, identified and intensified.

In the presence of many puzzled looks, I intuit the questioning of mind;
“Are you crazy, how will you live for Love?”

So, I can answer telepathically to planned minds, of hidden essences;

“If you can see in front of you a future to abide by fighting, in favor of the powers that nothing want to share, to other similars Beings of light.

The new persistent ideas to old ways, be repeated regressive, against the evolutionary steps.

Their empires designed to corrupt treasures of avarice, crumble with dreams, trying to extinguish essences, to consider the Love as derisory to the world. “

I tell you, that does not give up on yourselves, on this false security of the foundations in your temporary insane lucidity.

Liberate yourself of your fears.

I will persevere with Love in my supposed lucid insanity.

Even if I die for the illusion of programmed world, yet I will be Love forever.

I know the timeless consciences will meet in Peace, Rise and will rejoice.

Be at the end of a perishable future or, returning to the Now, with the infinite Love”…

written by Fred Cury

 

 

Constelações…

freedonlife

Eu Sou como vós um Ser das constelações expandidas da Fonte em existência…

Um aspecto transitório nesta viagem a um mundo hostil, porém belo e majestoso, por vezes caminhando na rua estreita do isolamento, por ter sido o assumido… meu coração quis ser ouvido, indicando nele haver as instruções ao meu caminho… e a segui-lo por ser minha verdade… ao deixar de atuar nos palcos das ilusões… nos cenários de controle dos destinos…

Amo a verdade… dela espero a saciedade… embora pareça tardia, mas o tardio é distância inverídica perante a eternidade, e ilusões sempre se vão… são apenas ilusões… pesadelos sob a forma de sonhos intangíveis…

O que aprendi da solidão, foi perceber que tinha medo de estar só em um deserto de mim mesmo, mas deixo ir o medo… por encontrar-me em campo vasto, fértil, completo… com poderes em inspirar inovações pelos sentidos tão profundos, que emergem e…

Ver o post original 566 mais palavras

O que é a vida a partir de um sorriso…

freedonlife

Você se desloca daqui para lá e retorna, e muitas vezes se conduz ao seu objetivo sem olhar ao redor, as nuances de seu caminho…

Há crianças brincando entre si e recriando seus mundos ideais nas guias e asfaltos… Um cão lhe farejando e balançando a cauda como se fosse íntimo e grato por teu olhar … Uma pessoa idosa caminhando solitária por entre árvores tão resistentes, quanto sua reverência pela vida… Em pequenas praças urbanas destacáveis em meio ao cinza do progresso desordenado… Onde os cantos dos pássaros penetram a barreira dos sons dissonantes da paz…

Ao residir numa metrópole repleta de concreto, procuro não vê-la muito… Por vezes, na calçada imprecisa tropeço, ao olhar atentamente para o céu… Ele está tão lindo… Até nos dias nublados mostra sua beleza e nestes dias, percebo a brisa leve com a qual os ventos se movimentam…

Há alguma diferença, percebo… Uma admiração pelo…

Ver o post original 246 mais palavras