Orientação…

(Text: Orientation – Original Portuguese and English version)

Há tempos, procurei ouvir uma palavra orientadora além de meu próprio Ser interior. Orando e rogando tantas vezes, enfatizando as necessidades que eu estimava serem necessidades, sem procurar saber da origem de tais sentimentos, que me levassem a recorrer aos pedidos de resoluções.

Mas sei agora que o pesar não advém de algo presente, mas de más resoluções do passado, ou de experiências passadas.

Pode-se optar por tentar corrigir erros passados, mas incorreria no foco aos mesmos erros no presente.

É extasiante perceber, que não há nada que já se tenha passado, que precise ser resolvido.

Porque para o que foi feito não há correção, tampouco julgamento, mas o entendimento acerca do que e como possa ser transmutado. Apenas perdoando e enxergando como experiências que nortearão caminhos inovadores.

Percebi que não era preciso pavimentar novamente uma estrada, que não havia me conduzido senão, ao incentivo de criar meu próprio caminho, onde o destino se mostrasse diante de mim, a cada semente que eu lançasse ao solo fértil e receptivo ao amor, já conhecendo o êxito da colheita.

Isso não foi dito a mim, nem somente por mim, mas numa das formas em que a Fonte se comunica com e por suas infinitas manifestações.

Quando proferimos as palavras isentas de quaisquer objetivos, por benefícios ilusórios e inconsistentes, estamos comunicando a vontade Divina.

Quando ouvimos com a atenção compassiva, as dúvidas de uma alma semelhante sobre a própria existência, processando a melhor forma de compreender o questionamento, permitimos que Deus esclareça verdades a uma mente adormecida ou desorientada, pela sabedoria de nossas palavras.

Quando pensamos claramente que acima do bem e do mal, apenas há o amor, encerramos a disputa e a classificação, por conseguinte, desconsideramos polaridades, constatando ser apenas uma a realidade. Eis uma orientação de nossa Fonte em nossos pensamentos, que nada mais são, do que um único pensamento.

Quando emanamos o Amor real, advindo de nossos corações, seja por admiração, por ressonância, compaixão ou expressão, incondicionalmente, abrimos o portal do manifesto criativo de Deus por nossas emanações.

E toda manifestação não se dá por um condutor, mas por uma interface entre o propósito Divino e a iluminação de caminhos separados apenas pelas experiências, de um Ser Crístico missionário das causas evolutivas Divinas. Aquele mesmo Ser que abre-se às suas próprias e incontáveis possibilidades, pelo aprimoramento no autoconhecimento, ao ilimitado campo da Criação contínua e aperfeiçoada no Amor.

por Fred Cury

Orientation … (English version)

There are times, I expected listen for a guiding word beyond my own inner being. Praying and praying often, emphasizing the needs that I estimated to be needs, without seeking to know the origin of such feelings, to take me to resort to requests for resolutions.

But I know now that grief does not come from something present, but bad resolutions of the past, or past experiences.

You can choose to try to correct past mistakes, but you can incur in focus to the same mistakes in the present.

It is exhilarating to realize that there is nothing that already has passed, that needs to be resolved.

Because for what has been done there is no correction, nor judgment, but the understanding of what and how it can be transmuted. Only forgiving and seeing as experiences that will guide innovative ways.

I realized that it was not necessary to pave again a road, there was conducted otherwise, unless the incentive to create my own path, where the destination is show in front of me, for every seed I threw in fertile and receptive field to love, already knowing the successful harvest.

This was not said to me, not only by me, but one of the ways in which the source communicates with and its infinite manifestations.

When uttering the words free of any goals for illusory and inconsistent benefits, we are communicating the divine will.

When we hear with compassionate attention, the doubts of a similar soul on the very existence, processing the best way to understand the question, we allow God to clarify truths to a sleepy or disoriented mind, in the wisdom of our words.

When clearly think beyond good and evil, there is only love, we ended the dispute and the classification therefore disregard polarities, noting only be a reality. Here is a guide of our Source in our thoughts, which are nothing more than a thought.

When we emanate the real Love, arising from our hearts, whether by admiration, by resonance, compassion or expression unconditionally, we can open the portal of creative manifesto of God by our emanations.

And every manifestation no longer just a channel, but an interface between the Divine purpose and the lightening for separate paths just by the experiences of a missionary, the Divine Being Christic evolutionary. That same Being who opens their own and countless possibilities for improvement in the self-knowledge, the unlimited field of continuous creation and perfected in love.

by Fred Cury

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s